JUSTIÇA DE JALES DETERMINA APREENSÃO DE VEÍCULO PARA EXAME EM APARELHAGEM DE SOM

Decisão da Vara Cível Especial e Criminal de Jales, de ontem, é um alerta aos rapazes que abusam do som alto em seus veículos. Registre-se que, normalmente, o gosto musical desse pessoal que acha bacana exibir a potência da sua aparelhagem de som não é lá dos melhores, o que torna as coisas ainda piores para quem é obrigado a ouvir.

Mas, vamos à decisão: a Justiça acatou um pedido do Ministério Público e determinou a busca e apreensão do veículo pertencente a um morador do bairro Big Plaza, para um exame da aparelhagem  sonora.

O rapaz foi denunciado ao MP por perturbação do sossego. Segundo um morador do bairro, ele costumava ligar o som de madrugada e não dava a mínima para as reclamações da vizinhança. 

De acordo com a decisão da Justiça, o veículo seria devolvido após a perícia – da qual ficou incumbido o Instituto de Criminalística – mas a aparelhagem deverá ficar apreendida para o caso da necessidade de novos exames. A estratégia deverá proporcionar algumas noites de sono tranquilo à pacata comunidade do Big Plaza.

O juiz determinou, ainda, que fossem solicitadas ao órgão de trânsito as informações sobre a situação documental do veículo. Havendo alguma irregularidade, o morador do Big Plaza poderá ficar sem o seu possante.  

MAIS UMA TRAPALHADA DA ADMINISTRAÇÃO NICE MISTILIDES

DSC00128-ed

Um pouco antes de serem desapeados do poder, a ex-prefeita Nice Mistilides e o seu supersecretário Aldo Nunes de Sá patrocinaram uma penúltima trapalhada que poderá causar prejuízos a um empresário local.

Eles doaram ao empresário o terreno da foto acima, no Distrito Industrial III. Detalhe: o terreno já tinha dono, com escritura registrada em Cartório e tudo.

Na segunda-feira, 18, o dono do terreno – que foi doado a ele em 2012, ainda no governo Parini – levou um susto ao encontrar alguns pedreiros trabalhando no local.

O empresário que recebeu o terreno do governo Nice já investiu mais de R$ 30 mil no local, mas terá que, provavelmente, paralisar a obra. O abacaxi deverá chegar ao gabinete do prefeito Pedro Callado nos próximos dias, a fim de que ele o descasque.

Na edição deste final de semana, de A Tribuna, todos os detalhes sobre o caso. 

FUNCIONÁRIOS DO PAÇO MUNICIPAL SÃO RECEBIDOS COM MÚSICA ERUDITA

foto orquestra 001

Pelo jeito, minha amiga Drica está gostando da apresentação. A notícia é da Secretaria de Comunicação:

Na manhã da quarta-feira, 29 de maio, os funcionários públicos municipais foram surpreendidos ao chegarem à sede da prefeitura para o inicio do expediente. Um quarteto de cordas, formado por membros da Corporação Municipal Musical de Jales, apresentaram um recital de música erudita, pop e internacional. 

Gabriel Justo, Gabriel Mariano, Pablo de Almeida e Nilton Souza, jovens instrumentistas, com violinos, viola e violoncelo, encantaram e receberam aplausos de todos servidores que passaram pelo saguão de entrada do Paço. 

O maestro Edivaldo de Paula, organizador do evento cultural, afirmou que a ideia era justamente surpreender os funcionários e que a música erudita é uma forma de acalmar, relaxar, para que todos pudessem ter um dia mais alegre e produtivo. 

Edivaldo aproveitou o ensejo para convidar os que quiserem ingressar na orquestra, informando que a sede da corporação fica na Avenida Francisco Jalles, 2867, sob o viaduto Antonio Amaro. As matrículas estão abertas a todos, a partir de 9 anos de idade. Os alunos recebem ensinamento musical básico e material didático completo.

PREFEITO TUCANO DE MESÓPOLIS É INOCENTADO EM AÇÃO PENAL POR SUPOSTA COMPRA DE VOTOS

Leandro polarineO prefeito de Mesópolis, Leandro Aparecido Polarini(PSDB), é mais um tucano a se livrar, pelo menos temporariamente, das garras da Justiça. Nesse caso, da Justiça  Eleitoral.

O Tribunal Regional Eleitoral(TRE-SP) julgou improcedente – por cinco votos a zero – a Ação Penal movida contra ele e outras quatro pessoas, por suposta compra de votos durante as eleições de 2008, quando ele foi candidato a vice-prefeito, em dobradinha com Otávio Cianci.

A ação penal foi ajuizada depois de investigação da Polícia Federal de Jales, que apurou denúncia sobre a compra de votos, apresentada pelo ex-prefeito de Mesópolis, José Moreira.

De acordo com Ministério Público Eleitoral de Jales, a investigação da PF conseguiu juntar provas suficientes para comprovar o crime de compra de votos e de outros delitos que teriam sido praticados pelos investigados.

Tudo indica, porém, que, na opinião dos julgadores do TRE-SP, as investigações da PF e as provas citadas pelo MPE não comprovaram os crimes supostamente cometidos pelo pessoal de Mesópolis.

PRESIDENTE DO COREN VISITA HOSPITAL DE CÂNCER E MINISTRA PALESTRA A PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM

coren

Na semana passada, a presidente do COREN-SP, Fabíola de Campos Braga Mattozinho, fez uma visita ao Hospital de Câncer – Unidade de Jales, onde proferiu uma palestra com o tema “Aspectos Éticos e Legais do Exercício Profissional e a Segurança do Paciente”.

coren 2A palestra foi dirigida a enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem do hospital e faz parte de uma série de eventos promovidos em todo o estado de São Paulo, por conta das comemorações da Semana da Enfermagem 2015.

Aos que a ouviram, Fabíola disse, entre outras coisas, que “não adianta você ter um vasto conhecimento se você não souber aplica-lo dentro dos contextos éticos e legais”.

Além de detalhar pontos do Código de Ética do Profissional de Enfermagem, ela falou, também, sobre o tema “Competências, Habilidades e Atitudes”, analisando casos levantados em processos éticos.

LÍDER DE MOVIMENTO COXINHA CONTRA CORRUPÇÃO FOI DEMITIDO POR… CORRUPÇÃO

images_cms-image-000435218

A notícia é do portal Brasil 247, com base em reportagem do jornal A Tribuna, de Vitória(ES):

O líder do movimento Vem Pra Rua em Vitória, no Espírito Santo, foi flagrado por câmeras da Câmara Municipal da capital batendo o ponto de presença vestido de bermuda, camiseta, sandálias e óculos escuros e indo embora sem trabalhar.

O vídeo causou sua exoneração, mas ele afirma desconhecer as imagens e não se lembrar de ter feito isso. O fato aconteceu em março de 2013, mas o vídeo só foi divulgado ontem.

Fontoura foi um dos organizadores de manifestações contra a corrupção e contra a presidente Dilma Rousseff nas ruas de Vitória. Para ele, a divulgação do vídeo é uma “trama diabólica”.

Questionado pelo jornal A Tribuna sobre se sua conduta como assessor na Câmara condizia com o que prega nas ruas, Fontoura respondeu: “Minha luta sempre foi pública e quem me conhece sabe que eu não coaduno com nenhum tipo de malfeito”.

No último domingo 17, Armando Fontoura foi eleito secretário do diretório municipal do PSDB. O vídeo foi divulgado por integrantes da juventude do PSDB, após a eleição da Executiva Municipal da legenda.

Eles denunciam uma fraude na disputa interna: Armando Fontoura teria a senha do programa de filiação do partido e teria filiado várias pessoas de sua família para participar da eleição. “O Armando conseguiu filiar pessoas que nunca tiveram ligação com o PSDB. Ele ligou para os parentes irem votar. Teve gente que foi votar de pijama”, contou Bárbara Kuster, 25.

Para Elias José Salim, 20, a chapa vencedora, encabeçada por Wesley Goggi, e que tem Armando Fontoura como secretário, só está atrás de cargos, não tem ideologia. “Eles achavam que teriam cargo no governo com César Colnago (PSDB) como vice-governador”, disse. O líder do Vem Pra Rua respondeu ser normal ter parentes filiados ao partido, mas não precisou o número de familiares que foi votar por ele no domingo passado.

POLÍCIA DESMENTE VERSÕES SOBRE MORTE DE JOVEM

O delegado Sebastião Biazi concedeu entrevista nesta t117295erça-feira ao repórter Tony Ramos, do Jornal do Povo,  da Rádio Assunção, onde esclarece alguns pontos sobre o acidente que resultou na morte da jovem Cíntia Taynara.

O delegado explicou que a polícia conseguiu as imagens das câmeras de segurança de um estabelecimento, que mostram o exato instante do acidente. As imagens  revelam  que a jovem trafegava no sentido contrário ao carro do namorado e, ao fazer uma curva – talvez para tentar interceptar o veículo – ocorreu o acidente.

Biazi disse que as imagens ainda precisam ser melhor analisadas, mas tudo indica que seria impossível ao namorado frear o carro a tempo de evitar o acidente. Ela teria caído na frente do carro, segundos antes do choque dos veículos. As imagens mostram, ainda, que – ao contrário das versões irresponsáveis que correm na internet – o rapaz não deu ré no carro.

Ele andou mais alguns metros, parou o carro em um posto de gasolina das proximidades e voltou ao local do acidente para prestar socorro. O rapaz – que não tem habilitação – declarou ao delegado que, apesar da rapidez dos acontecimentos, ele percebeu, na hora do choque,  que se tratava da namorada.

Segundo Biazi, o namorada da vítima se apresentou ontem à polícia. O repórter Tony Ramos perguntou ao delegado por que o rapaz teria ficado “desaparecido” durante algum tempo, mas, segundo Biazi, ele não explicou os motivos. Imagina-se, no entanto, que ele tenha ficado temeroso, em virtude das versões que corriam na internet.

BRIGA ENTRE RICARDO JUNQUEIRA E MATOGROSSO ESQUENTA

DSC00121O clima de beligerância entre o auditor fiscal da Prefeitura, Ricardo Junqueira, e o servidor aposentado Matogrosso, também conhecido como Lauro Figueiredo, já está alcançando temperaturas bem acima do normal.

Ontem, por exemplo, um ligeiro desentendimento entre os dois, na porta da Prefeitura, virou caso de polícia, com o registro de um boletim de ocorrências por parte de Matogrosso. Vamos, porém, a outros dois fatos novos, também de ontem.

ricardo junqueiraO primeiro diz respeito ao pedido de revisão da aposentadoria por invalidez de Matogrosso, protocolado há alguns dias por Junqueira junto ao Instituto Municipal de Previdência. Matogrosso ficou sabendo, ontem, que a procuradoria jurídica do Instituto deu parecer favorável ao pedido de Junqueira.

De acordo com documento assinado pelo atual presidente do Instituto, o servidor Claudir Balestrero, Matogrosso seria notificado nos próximos dias para se submeter a uma nova perícia, a fim de confirmar as doenças que ensejaram a sua aposentadoria por invalidez. Caso as doenças não sejam confirmadas, ele poderá – segundo o parecer – ter que retornar ao trabalho.

O segundo fato, foi a iniciativa de Matogrosso de protocolar, junto à Prefeitura, um pedido de abertura de sindicância interna para apurar supostas ameaças que estariam sendo praticadas contra ele.

De acordo com o pedido protocolado por Matogrosso,  Junqueira o estaria ameaçando através de redes sociais, durante o horário de trabalho. “Os fatos estão ocorrendo, na maioria das vezes, em momento no qual o servidor deveria estar concentrado nas suas funções junto à Prefeitura”, diz o documento.

Como se vê, a guerra parece estar só começando. Trata-se, é bom esclarecer, de uma guerra fratricida, já que ambos eram amigos até alguns dias atrás e frequentavam os mesmos churrascos, batizados e aniversários. Não resta dúvida, no entanto, de que os únicos prejudicados com essa história são os dois beligerantes.    

COISAS NOSSAS

DSC00123

Hoje pela manhã, essa era a situação do canteiro central da Avenida Francisco Jalles, bem nas proximidades da famosa rotatória da Rua Dez.

Segundo alguns vizinhos, o lixo é de uma lanchonete das imediações. Ainda de acordo com os mesmos vizinhos, o caminhão da empresa encarregada da limpeza urbana passa pelo local por volta das 19 horas, enquanto o lixo é colocado bem depois, por volta das 23 horas.

Ou seja, uma tremenda falta de consciência do proprietário da lanchonete, que, se tivesse um mínimo de respeito pela cidade, deixaria para colocar o lixo no dia seguinte, um pouco antes de o caminhão passar.

Talvez fosse o caso de a Associação Comercial tentar conscientizar o dono da lanchonete de que esse tipo de comportamento suja a imagem da cidade e prejudica os demais comerciantes. Ou talvez fosse o caso de a Prefeitura começar a aplicar multas em quem faz isso. 

TRIBUNAL DE CONTAS DESAPROVA CONTAS DA PREFEITURA DE DOLCINÓPOLIS. E O MP AJUIZA AÇÃO CONTRA PREFEITO JOSÉ LUIZ

É bem verdade que a opinião do Tribunal de Contas não vai adiantar muita coisa. Em Dolcinópolis, os vereadores comem na mão do prefeito e, certamente, como grandes entendidos que são, irão votar contra o parecer do TCE. De qualquer forma, eis a notícia da assessoria do Tribunal:

Dolcinópolis - José Luiz AzevedoO desrespeito à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) com falhas e impropriedades nos resultados orçamentário, financeiro e econômico do exercício fiscal de 2013 de Dolcinópolis levaram o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) emitiu parecer desfavorável à prestação de contas apresentada pela Prefeitura. Os demonstrativos foram fiscalizados pela equipe da Unidade Regional do TCE em Fernandópolis (UR-11) e a relatoria da matéria a cargo do Conselheiro Antonio Roque Citadini.

Segundo relatório do TCE, embora tenha sido alertada durante o exercício, a Prefeitura encerrou o ano com um déficit orçamentário de 12,12% e déficit financeiro da ordem de R$ 1.735.539,99.

“Além disso o excessivo percentual de alterações orçamentárias (45,57%) demonstra a falta de boa técnica orçamentária comprometendo o equilíbrio das contas”, atentou Citadini, que ainda reforçou que a municipalidade não possuía disponibilidade financeira suficiente para cobertura dos compromissos de curto prazo.

E já que estamos falando em Dolcinópolis – onde o prefeito José Luiz Reis Inácio de Azevedo parece não ter muito apreço pela lei de licitações – não custa lembrar que o Ministério Público de Estrela D’Oeste ajuizou, no início deste mês, uma ação civil pública por improbidade administrativa que tem José Luiz como um dos personagens.

Embora seja um dos personagens principais, ele não é o único. A ação inclui outras duas pessoas, além da empresa Moura Melo Consultoria em Recursos Humanos Ltda.

Tudo leva a crer que o problema esteja na contratação da Moura Melo para a realização de um concurso público aberto pela Prefeitura de Dolcinópolis. As inscrições para o concurso, abertas no final de março, foram suspensas em abril e, até o momento, não foram reabertas.

FLÁVIO PRANDI TOMA POSSE COMO GERENTE REGIONAL DA CDHU EM RIO PRETO

Flá e Rodrigo Garcia

A notícia é da assessoria de imprensa da CDHU:

A convite do secretário de Estado da Habitação, de São Paulo, Rodrigo Garcia, Flávio Prandi Franco, o Flá, assumiu nesta segunda-feira (18/5) o Núcleo Regional da CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano de São José do Rio Preto, a maior regional do Estado, entre as 11 existentes. A unidade abrange 139 municípios, sendo 96 da região de Rio Preto e 43 da região de Araçatuba. “O desafio é grande, mas estou preparado. Só tenho a agradecer a confiança do Rodrigo”, afirmou Flá.

FLÁ CDHUFlá assume a Gerência Regional com a tarefa de aproximar ainda mais a CDHU de seu público-alvo. Vai promover a interlocução com a Secretaria, proporcionar o atendimento ao mutuário e à população em geral e monitorar a implantação dos empreendimentos em todas as suas fases nas cidades compreendidas pela Regional de Rio Preto. “Queremos ainda apoiar a qualificação das demandas habitacionais municipais; e agilizar a execução de medidas técnicas e operacionais necessárias à efetivação dos programas e ações habitacionais”, destaca Flá.

De acordo com o secretário, a escolha de Flá se deve especialmente ao fato de ele ser um gestor capacitado, mas também por ser uma pessoa da região, conhecedora das necessidades locais. “A atuação do Flá, que já foi coordenador de Desenvolvimento Regional e Territorial de São Paulo, vai garantir um trabalho muito mais próximo das administrações municipais, que são nossas importantes parceiras nos empreendimentos habitacionais”, fala Rodrigo.

Ex-vereador em Jales, Flá já esteve à frente de importantes setores do governo do Estado. Na Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, ele coordenou o maior programa de distribuição de leite do Brasil, o Viva Leite. Na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, foi coordenador de Desenvolvimento Regional e Territorial, responsável por estimular e desenvolver as cadeias produtivas regionais.

“São experiências que, com certeza, contribuíram muito para que eu pudesse agora atuar junto com o Rodrigo na política habitacional do Estado, atendendo às diretrizes do governador Geraldo Alckmin. Esse cargo traz uma responsabilidade imensa, mas considero também um prêmio, um reconhecimento ao trabalho que já desenvolvi em outras Secretarias de Estado”, ressalta Flá.

Sob a coordenação da Regional de Rio Preto, que será comandada por Flá, o investimento total do Estado entre unidades em construção e programadas chega a mais de R$ 685 milhões, sendo 8.131 unidades habitacionais. Desse montante, estão em obra atualmente 3.944 unidades, sendo mais de R$ 337 milhões investidos. Programadas para execução, são outras 4.187 unidades, um investimento de mais de R$ 348 milhões.

MINISTRO EDINHO ARAÚJO CONQUISTA R$ 500 MIL PARA SANTA CASA DE JALES

A notícia é da assessoria de imprensa da Santa Casa:

Edinho AraújoA Santa Casa tem mais um motivo para comemorar, pois na terça-feira, dia 12 de maio, o ministro-chefe da Secretaria de Portos da Presidência da República, Edinho Araújo, conseguiu a liberação de recursos da ordem de R$ 500 mil reais para o hospital. O comunicado sobre a liberação do dinheiro foi feito pelo Ministério da Saúde à direção da Santa Casa.

O recurso é proveniente de emenda apresentada pelo deputado no ano de 2012, o pedido foi realizado pelo provedor José Pedro Venturini, por intermédio do vice, José Devanir Rodrigues, e agora foi liberada mediante gestão do ministro Edinho Araújo junto ao Ministério da Saúde. A emenda de R$ 500 mil prevê que o dinheiro poderá ser utilizado para a manutenção da Santa Casa e também para a aquisição de material hospitalar.

De acordo com José Pedro Venturini, provedor da instituição, este recurso chegou em uma boa hora. “Assim como demais deputados parceiros, Edinho Araújo sempre nos trouxe bons resultados, dando total suporte e apoio para que alcancemos a excelência e melhoria na instituição. Esse dinheiro chegou em um momento que o hospital passa por necessidade de recursos, e sem dúvida esta verba dará condições para manter o bom atendimento aos nossos pacientes”.

Edinho Araújo lembrou ainda que outra emenda, também no valor de R$ 500 mil, foi apresentada pelo deputado federal licenciado no ano de 2014 e atualmente encontra-se em tramitação junto ao governo federal. O ministro afirmou que este recurso “também já está garantido porque foi empenhado, obedecendo apenas à tramitação no Ministério da Saúde, mas com certeza será liberado em breve”.

De 2011 até o ano passado, Edinho Araújo destinou em emenda outros R$ 750 mil para a cidade de Jales para melhoria na infraestrutura do município e mais R$ 1 milhão para a unidade do Hospital de Câncer.

JALES: JOVEM MORRE EM ACIDENTE APÓS DISCUSSÃO COM NAMORADO

É sempre muito triste dar esse tipo de notícia, com detalhes que só vão aumentar o sofrimento das famílias envolvidas e dos amigos. Mas, o papel da imprensa é informar os fatos. Eis, então, uma versão dos fatos, segundo o site Região Noroeste:

cíntiaA jovem Cintia Taynara, de 19 anos, morreu após uma discussão com o namorado, B.F., na madrugada de hoje em Jales.

Segundo informações apuradas pelo RN, a jovem teria ido até uma conveniência onde o rapaz estaria com um amigo e duas meninas, e teria dado golpes de capacete contra o carro de B., que não teria reagido.

Momentos depois, quando o namorado saiu do local com os amigos em seu carro, teria sido perseguido por Cintia, que estava em uma motocicleta e pedia insistentemente para que ele parasse o veículo.

Na tentativa de colocar a moto na frente do automóvel para que B. parasse, ela teria teria escorregado em algumas pedras, e como estaria sem capacete, bateu a cabeça no asfalto. O namorado ainda tentou socorrê-la, porém, sem êxito.

O corpo de Cyntia ainda está no IML-Instituto Médico Legal de Jales, onde aguarda liberação de um médico legista, que deve vir de São José do Rio Preto.

O velório deve começar por volta da meia noite e o enterro do corpo está marcado para acontecer amanhã, às 9h.

JORNAL DE JALES: DRAMA DAS PORTARIAS CORTADAS POR NICE CHEGA AO FIM

DSC00118O Jornal de Jales deste domingo está noticiando que a polícia encontrou, na sexta-feira à tarde, em um canavial de Ouroeste, duas gavetas que podem ser dos caixas eletrônicos explodidos em Jales. Está informando, ainda, que o proprietário da Banca do Edu, Eduardo Antônio, pretende ir à Justiça contra a Caixa Econômica Federal, pedindo uma  indenização por danos morais.

O JJ está destacando, também, a inauguração do Centro Regional de Imagem, ao lado da Santa Casa de Jales. O CRI é administrado por uma empresa terceirizada que investiu cerca de R$ 7 milhões nos equipamentos e na construção do prédio.

O final mais ou menos feliz da novela das portarias; a convenção do PSDB que reelegeu o prefeito Pedro Callado para a presidência do diretório municipal; e o relatório final de mais uma CEI instalada pela Câmara, que confirmou irregularidades na realização da Feira do Verde, Festa do Arroz e Exposição de Animais, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior está informando que não será surpresa se o delegado Sebastião Biazi resolver disputar algum cargo eletivo em 2016. Segundo Deonel, Biazi – que já foi vereador em Palmeira D’Oeste – terá que se aposentar no ano que vem e, certamente, não vai conseguir ficar parado em casa, assistindo futebol e filmes policiais na TV.    

PROFESSORA DO PARANÁ ACUSA DEPUTADO TUCANO DE CHAMÁ-LA DE ‘BISCATE’

rossoni-2

O deputado Rossoni é o presidente do PSDB do Paraná e, pelo jeito, não gosta de ser contestado. Em 2010, pelo Twitter, ele chamou uma estudante de “mal amada”. Na época, houve protestos contra a declaração do deputado. A notícia é da blogueira paranaense Laís Laíny:

Professora de História e doutoranda em Educação na UFPR, Adriane Sobanski, foi surpreendida na manhã de sábado (16), com uma mensagem inbox no Facebook de um dos políticos de “alto coturno” do PSDB do Paraná, o deputado federal Valdir Rossoni. Ela o acusa de chamá-la de biscate.

O print com a ofensa que, teria partido do parlamentar, começou a circular nas redes sociais ainda esta manhã e, por razões óbvias, gerou indignação dos internautas.

A professora Adriane contou ao blog que tudo começou na sexta-feira (15), quando ela fez comentários em duas postagens no perfil do deputado federal no Facebook.

“Comentei duas postagens dele. Uma com fotos de Brasília em que dizia sentir vergonha da presidente por causa da situação do país. Eu disse que primeiro devia ver a situação do Paraná”.

“Em outra postagem ele criticava o programa pátria educadora. E eu escrevi que devia ver a situação da educação em nosso estado após a violência e a falta de diálogo com relação à data base”, conta a professora.

Foi depois dos questionamentos nessas publicações que o deputado destilou as ofensas à professora curitibana.

Após ter sido sigo xingada, Adriane tentou responder o parlamentar mas não conseguiu. Os comentários feitos por ela, que geraram a ofensa, também foram apagadas.

1 2 3 518