RODRIGO GARCIA TIRA SARRO DE INVASÃO DO ‘TRIPLEX DO LULA’

Do jornalista Deonel Rosa Júnior, na coluna Fique Sabendo, do Jornal de Jales:

O deputado federal Rodrigo Garcia, líder da bancada do DEM na Câmara Federal, não está perdendo a oportunidade de cutucar o PT. Na semana que passou, ele voltou ao ataque.

Segundo a Folha de S.Paulo, ao comentar a ação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, que ocupou por duas horas o tríplex do Guarujá que levou à condenação de Lula, Rodrigo, como ex-secretário estadual de Habitação, tripudiou:

“Boulos, do MTST, fez o que Lula mandou. Parece que a esquerda decidiu inovar na política habitacional e invadir seu próprio imóvel”.

Rodrigo Garcia foi o principal apoiador da campanha presidencial de Aécio Neves na região. O mesmo Aécio que foi flagrado pedindo um “empréstimo” de R$ 2 milhões ao Joesley. O mesmo Aécio que, segundo foi divulgado na semana passada, teria recebido propinas de R$ 110 milhões da JBS e de R$ 35 milhões da Andrade Gutierrez.

Em abril do ano passado, a imprensa noticiou que o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, determinou a abertura de inquérito contra o deputado Rodrigo Garcia, com base em depoimento de dois delatores da Odebrecht. Segundo um dos delatores, na agenda de codinomes da Odebrecht, onde Aécio era o “Mineirinho” e Alckmin o “Santo”, Rodrigo Garcia era chamado de “Suíça”.

Naquele mesmo abril, Marco Aurélio Garcia – irmão do deputado Rodrigo Garcia – foi condenado pela Justiça de São Paulo, em primeira instância, a dez anos de prisão. Ele teria participado da chamada “Máfia do ISS”, um esquema de corrupção que funcionou na Prefeitura de São Paulo durante vários anos e foi desbaratado pela gestão de Fernando Haddad, do PT. Três fiscais municipais ligados a Garcia também foram condenados.

A “Máfia do ISS” teria causado um prejuízo de R$ 500 milhões aos cofres da Prefeitura de São Paulo e, segundo o Ministério Público, Marco Aurélio – o irmão do deputado – mantinha uma relação tão fraterna com os fiscais corruptos que teria ganho deles, como prova da amizade inabalável, um automóvel Mercedes Benz avaliado em R$ 150 mil.

É de se perguntar: será que o deputado está em posição de tripudiar alguém? 

DONO DE POSTO DE COMBUSTÍVEL DE SANTA FÉ DO SUL DIZ QUE PREÇOS EM JALES SÃO ATÍPICOS

A Agência Nacional do Petróleo(ANP) pesquisou os preços dos combustíveis em 108 cidades do Estado de São Paulo, entre os dias 15 e 21 de abril. Em 12 cidades, o preço médio do etanol está acima de R$ 3,00.

Na maioria das cidades, incluindo a capital, o preço médio está entre R$ 2,70 e R$ 2,99, sendo que, afora Jales, em apenas duas outras cidades paulistas – Adamantina e Olímpia – a média está abaixo de R$ 2,60. 

Em termos de Brasil, a pesquisa alcançou 5.090 postos e o preço médio encontrado foi de R$ 2,97. Em Jales, o preço médio está em incríveis R$ 2,37, sendo que em alguns postos o etanol pode ser encontrado a R$ 2,16.

A notícia é do portal do Ilson Colombo, o Informa Mais:

O dono do Posto São Paulo em Santa Fé do Sul, Valdecir Zafalon, comentou sobre a diferença de preços praticados em Jales e Santa Fé do Sul em entrevista ao programa jornalístico Dinâmica News da Radio Dinâmica FM na sexta feira (20).

O empresário entende o consumidor de Santa Fé do Sul que exige uma explicação dos donos dos postos sobre essa diferença muito grande de preços entre as duas cidades. “O mercado de Jales hoje está atípico; em Araçatuba o litro do etanol estava em R$2,74, Bebedouro R$2,90, Mirassol R$2,62, Ribeirão e São José do Rio Preto, R$ 2,79 e Votuporanga R$2,93, de acordo com pesquisa realizada pela ANP.

Segundo o empresário santafessulense as informações que foram apuradas para justificar os preços dos combustíveis que estão sendo praticados em Jales há quase dois anos, trata-se de uma concorrência entre postos “bandeirados” versus “bandeira branca”.

Essa “guerra de preços” estaria sendo assumida pelas distribuidoras (Petrobras, Ipiranga, Shel) dos postos bandeirados, para combater a concorrência de postos “bandeira branca”. “Neste caso os postos de bandeiras negociaram com as distribuidoras preços mais baratos para combater os postos de bandeira branca”, explicou Zafalon.

Os preços de Jales, segundo Zafalon já apresentam reflexos no mercado de Santa Fé do Sul e alguns estabelecimentos já fecharam na cidade.

FILIAÇÕES AO PT DISPARAM DEPOIS DA PRISÃO DE LULA

O PT é o maior partido do país em número de filiados e, depois da prisão de Lula, as filiações quadruplicaram. São 2,1 milhões de filiados, dos quais 44% são mulheres. Nas cidades com mais de 500 mil habitantes, as mulheres respondem por 51% do filiados. Deu no portal Congresso em Foco:

O número de filiações ao PT cresceu desde a prisão do ex-presidente Lula, há duas semanas. Em 15 dias, 3.230 pessoas se filiaram ao partido, quase 30% do total de 11 mil inscritos desde o início de janeiro. As informações são da Folha de S.Paulo.

De acordo com a coluna Painel, aproveitando essas adesões espontâneas, a legenda decidiu lançar uma campanha – “Sou Lula, sou PT” – para aumentar sua lista de correligionários. O partido tem hoje 2,1 milhões de filiados em todo o país. 

Desses, 44% são mulheres, percentual que soube para 51% nos municípios com mais de 500 mil habitantes. A ex-presidente Dilma participará do lançamento da campanha, em Curitiba, cidade onde Lula cumpre pena de 12 anos de prisão.

NOTÍCIA SOBRE MANCADA QUE DUPLA BRUNO & MARRONE COMETEU COM RAPAZ AUTISTA EM JALES REPERCUTE NA IMPRENSA

A notícia divulgada pelo site A Voz das Cidades, do intrépido Betto Mariano, sobre o fato de a dupla Bruno & Marrone (ou o staff dela) ter se negado a receber um rapaz autista – que estava acompanhado pela prefeita de Vitória Brasil, Ana Lúcia Módulo – está repercutindo em sites especializados em novidades do meio artístico.

A repercussão não foi apenas em território nacional. Ontem, durante uma visita que me fez lá na Regional FM, o Betto Mariano ficou conversando durante 40 minutos com um jornalista brasileiro radicado nos Estados Unidos. O rapaz queria saber mais detalhes sobre o caso para publicar a informação lá nos States, onde a dupla tem muitos fãs.

O caso não está repercutindo apenas pela mancada com o rapaz autista. Um vídeo gravado por Bruno enquanto esperava a hora de subir ao palco da Facip, aqui em Jales, também está causando. Nele, o artista reclama do camarim disponibilizado pela festa e se mostra chateado com seu companheiro de cantoria, o Marrone.

Um dos sites que repercutiu a irritação do sertanejo publicou a seguinte manchete: “Bruno detona Marrone e é acusado de fazer algo terrível com um fã autista”. Vejam, agora, o que saiu em outro site, o Blastingnews:

Bruno e Marrone formam uma das duplas sertanejas mais conhecidas e amadas de todo o Brasil. Os shows que fazem costumam lotar e eles recebem muito carinho do público durante as apresentações.

No final de semana, a dupla sertaneja fez um show na cidade de Jales, mas algumas situações acabaram chamando a atenção e Bruno foi bastante criticado na cidade do interior de São Paulo.

O cantor Bruno postou alguns vídeos em seu Stories do Instagram . No vídeo, que pode ser visto no final deste artigo, Bruno começa falando sobre o camarim. Em tom crítico, ele disse que o camarim é pré-moldado e que dá para ouvir todo o barulho do que acontecia fora do local. 

“O camarim meu é só meu”, afirmou Bruno. “O do Marrone é separado, ele resolveu fazer um camarim independente, porque ele recebe uns amigos diferentes, o ciclo de amizades dele é outro”, continuou o sertanejo, com cara de quem não gostou muito da decisão do parceiro de dupla.

Bruno não disse exatamente quais seriam essas amizades de Marrone que parecem lhe deixar um pouco incomodado, mas fica claro que isso não o agrada de forma nenhuma. Sua expressão no vídeo mostra bem isso.

O site A Voz das Cidades, criado pelo locutor e apresentador Betto Mariano, e um dos apresentadores mais conhecidos de Jales, publicou uma notícia bomba sobre a presença de Bruno e Marrone na cidade do interior de São Paulo. De acordo com as informações deste site, a dupla teria se negado a receber um rapaz autista, de 27 anos, que tinha como sonho conhecer os sertanejos.

Alguns fãs já comentaram sobre isso na página oficial de Bruno e Marrone no Facebook, onde eles são seguidos por 8 milhões de internautas, mas até agora não houve nenhum posicionamento sobre esta situação.

A dupla precisa se posicionar sobre a situação, até porque a notícia está se espalhando pela internet e está sendo comentada em grupos de música sertaneja e dos próprios cantores no Facebook. Se eles não se posicionarem, a verdade que vai prevalecer é a de que eles se negaram a receber um rapaz autista. Porém, outros motivos podem ter causado essa confusão.

Eles estavam no camarim no momento da visita? Em que momento eles foram informados de que o rapaz autista sonhava conhecê-los? Eles estão cientes disso? Em alguns casos, o staff toma a decisão em determinada situação e o artista nem fica sabendo do que aconteceu. Os fãs da dupla esperam que eles falem para que tudo seja esclarecido.

Todo mundo está sujeito a ter um mau dia. Parece que esse foi o caso do Bruno. Eis o vídeo:

JORNAL DE JALES: ESTREMECIDOS DESDE 2016, FAUSTO PINATO E LUIZ HENRIQUE MOREIRA VOLTAM A TROCAR FIGURINHAS

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, que está destacando a inauguração da unidade de Jales do “Ganha Tempo”, que vai funcionar no recém-reformado “Espaço Fioravante Boldrin”, próximo ao antigo Pronto-Socorro. A inauguração ocorreu na sexta-feira, 20, com a participação da deputada Analice Fernandes(PSDB) e, segundo o jornal, de vários prefeitos da região. O prefeito de Jales, Flá Prandi, destacou a importância do “Ganha Tempo” e lembrou que novas inaugurações estão sendo programadas, se possível com a presença do governador Márcio França(PSB).

O jornal destaca, também, a aprovação do refinanciamento da dívida de R$ 30 milhões da Prefeitura com o Instituto Municipal de Previdência – IMPSJ. O projeto de lei que autoriza o prefeito Flá a firmar o refinanciamento em até 140 parcelas mensais, foi aprovado pelos vereadores em sessão extraordinária realizada na sexta-feira, 13. A lei aprovada altera algumas condições – como os juros e o índice de correção monetária – do Termo de Confissão e Parcelamento de Dívida celebrado em 2009 pelo ex-prefeito Humberto Parini.

As homenagens da Câmara Municipal a algumas personalidades, com a entrega de título de cidadão e medalhas XV de Abril; o encerramento da Facip Rodeio Show, com a final das montarias, entrega de prêmios e show da plus size cantante Marília Mendonça; a questão da iluminação pública tratada em artigo do advogado Juarez Canato; e a visita do presidente estadual do PHS, Laércio Benko, que veio a Jales no final de semana passado para confirmar a pré-candidatura do delegado Sakashita a deputado estadual, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior está informando que o deputado federal Fausto Pinato(PP) e o empresário e pré-candidato a deputado estadual Luiz Henrique Moreira – que, ultimamente, não podiam ser convidados para o mesmo churrasco – voltaram a se entender. As relações entre os dois estavam estremecidas desde 2016, quando Pinato tentou  defenestrar Luiz Henrique da presidência do PP de Jales. Segundo o enfastiado colunista, os dois ex-companheiros de partido assinaram um armistício e até já andam trocando figurinhas sobre as eleições deste ano.

SIMONE – “PAIXÃO”

Nascidos em Pelotas, Kleiton e Kledir são irmãos de outro gaúcho – Vítor Ramil – muito respeitado no mundo da música. Nos anos 70, eles integraram um grupo de rock, mas, com o fim do grupo, resolveram continuar cantando em dupla.

O primeiro disco – que trouxe o sucesso “Vira Virou” – foi gravado em 1980. Logo em seguida, em 1981, veio o segundo disco que tinha, entre outras, a música “Paixão”, uma composição do Kledir e um dos maiores – talvez o maior – sucessos dos dois irmãos gaúchos.

Com uma letra recheada de sensualidade e romantismo, “Paixão” é a música mais regravada do repertório de Kleiton e Kledir. Uma dessas releituras, em ritmo de reggae, é da baiana Cláudia Leite, em disco de 2010 (se tiver tempo, ouça aqui).

Os próprios irmãos já regravaram “Paixão” pelo menos três vezes. A primeira, em disco de estúdio de 1997. A segunda, em disco ao vivo de 2005. E a terceira regravação foi lançada na semana passada e fará parte da trilha sonora da novela “Orgulho e Paixão“, da Globo.

E eu bem que procurei uma versão ao vivo de “Paixão“, em vídeo, com Kleiton e Kledir, mas só encontrei interpretações solo do Kledir, dos tempos em que a dupla esteve separada. Achei melhor, então, mostrar o vídeo com a versão da Simone, que deu à música uma interpretação com a sensualidade que a letra requer. Confiram:

 

A TRIBUNA: MESMO SEM SER INAUGURADA, NOVA CRECHE DO JACB JÁ ESTÁ FUNCIONANDO

No jornal A Tribuna deste final de semana, o principal destaque é para a inauguração da unidade do “Ganha Tempo” de Jales. O evento contou com a presença da deputada estadual Analice Fernandes(PSDB), que, em seu discurso, disse que Jales tem “um prefeito que se preocupa com o dinheiro público e aplica o dinheiro naquilo que vai transformar efetivamente a vida das pessoas”. De seu lado, Flá agradeceu a deputada pelo apoio e a diretora do DETRAN de Jales, Amanda de Fátima Couto, pela parceria. O prefeito ressaltou que “nenhuma cidade consegue viver sem parceiros”.

O jornal está destacando, também, o início das atividades da nova creche do JACB, que já está funcionando deste a segunda-feira, 16. A nova  creche custou R$ 1,6 milhão e vai se chamar EMEI “Diva Maciel Jorge”, em homenagem à avó materna do ex-vereador Luís Rosalino(PT), que foi professora em Jales de 1961 a 1974, quando faleceu com apenas 45 anos. A reportagem diz, ainda, que a Prefeitura já comprou os móveis e equipamentos de outras duas creches que deverão ser inauguradas no início de maio e atenderão cerca de 180 crianças que estão na fila de espera.

O encerramento da Facip Rodeio Show, nesse domingo, com show da cantante Marília Mendonça; a cavalgada de domingo passado que contou com cerca de 2.000 pessoas; a entrega, pela Câmara Municipal, de um título de cidadão e cinco medalhas XV de Abril; o jogo marcado para Rio Preto entre o time de másters do Flamengo e uma seleção local, para homenagear o narrador Deva Pascovicci, que faleceu na tragédia da Chapecoense; e as novas eleições para prefeito e vice de Turmalina, marcadas para o dia 03 de junho, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, detalhes sobre a troca de farpas entre os vereadores Topete(DEM) e Deley(PPS) nas redes sociais, por conta da paternidade da verba que recapeou uma rua no reduto eleitoral de ambos. Na página de opinião, o eclético Marco Antônio Poletto manda um lembrete aos coxinhas paneleiros, enquanto o professor Léo Huber escreve sobre Tiradentes (o original!). No coloridíssimo  caderno social, destaque para a coluna do Douglas Zílio e a festa de aniversário dos gêmeos Mariana e Leonardo Tânios. 

FRASES

As frases abaixo repercutem um mesmo assunto: o discurso surrealista do presidente golpista Michel Temer na TV. O Vampirão se compara a Tiradentes, dando a entender que, assim como o herói da Inconfidência, ele está sendo julgado e condenado por lutar e defender um Brasil livre, forte e independente.

“O golpista afronta o povo brasileiro e insulta a memória de Tiradentes ao se comparar ao mártir da Independência. Temer é como Joaquim Silvério dos Reis, um traidor da nação, e a ele está reservado o lixo da história. (Guilherme Boulos, líder do MTST e pré-candidato a presidente pelo PSOL)

“O que Michel Temer precisa entender é que a única coisa que o aproxima de Tiradentes, é a forca. Machado de Assis disse que ‘a história não fala dos covardes’, mas, para Temer ela abrirá uma exceção, apenas para deixar claro às futuras gerações, quem foi o maior golpista do país, em todos os tempos”.  (Neggo Tom, cantor e compositor)

“Se Temer pretende se comparar a alguém na Inconfidência, só pode ser ao Joaquim Silvério dos Reis. Será que esse senhor cabulava as aulas de história do Brasil e depois comprava o diploma?”. (Ana de Hollanda, ex-ministra da Cultura)

“O sujeito que está tentando entregar Eletrobrás, Casa da Moeda, Amazônia, ter a coragem de se comparar ao Tiradentes é uma afronta. É muita cara de pau pra uma pessoa só!”. (Glauber Braga, deputado federal do PSOL-RJ)

 

“Já diziam que no Brasil só existem dois partidos: o de Tiradentes e o de Silvério dos Reis. Parece que a turma do Silvério, que entrega o país, foi pra TV tentar se passar por Tiradentes”. (Manuela D’Ávila, deputada e pré-candidata a presidente pelo PCdoB)

FÉRIAS E DÉCIMO-TERCEIRO: TRIBUNAL DE JUSTIÇA MANDA PREFEITO DE SANTA ALBERTINA PAGAR R$ 82 MIL A ELE MESMO

O prefeito de Santa Albertina, Vanderci Novelli, o Tuquinha – que não gosta de ser fotografado por este aprendiz de blogueiro – é um caso único na região. Pelo menos, que eu saiba.

Os estimados leitores já viram por aqui algumas notícias sobre ex-prefeitos da região – incluindo a nossa ex-prefeita Nice Mistilides – que foram à Justiça para requerer o pagamento do décimo-terceiro salário referente ao período em que estavam no poder, bem como das férias não gozadas.

Registre-se que a maioria das leis orgânicas dos municípios preveem férias para os prefeitos. Basta comunicar a Câmara para que dê posse ao vice. Afinal, o vice-prefeito ganha um bom salário exatamente para substituir o prefeito em ocasiões como essa. 

Os ilustres alcaides preferem, entretanto, não sair em férias, uns porque se julgam imprescindíveis e outros porque não gostam se afastar da cobiçada cadeira de prefeito. Agora, depois que deixam o poder, estão com a mania de correr à Justiça para cobrar um direito do qual abriram mão enquanto lhes interessava.

Tuquinha é um caso único porque nem esperou sair do poder. Em 2017, o prefeito de Santa Albertina ajuizou uma ação na Justiça de Jales, cobrando da Prefeitura de Santa Albertina em nada menos que R$ 82 mil, relativos ao 13º salário não recebido e às férias não usufruídas em seu primeiro mandato, de 2013 a 2016.

Ele alegou que não tirou férias – pasmem! – “em função da absoluta necessidade de serviço”. Ou seja, sem ele na Prefeitura, Santa Albertina  correria o risco de ficar paralisada e a cotação do dólar poderia sofrer um abalo. 

Na primeira instância, aqui em Jales, o juiz José Geraldo Nóbrega Curitiba, da 3ª Vara, negou provimento à ação de Tuquinha. Embora reconhecesse que todo trabalhador faz juz àqueles direitos trabalhistas, o magistrado alegou que, no caso dos agentes políticos, o pagamento do 13º salário e das férias precisa estar regulamentado por lei municipal.

Na segunda instância, porém, a desembargadora Vera Angrisani, da 2ª Câmara de Direito Público do TJ-SP, deu provimento a um recurso de Tuquinha, reformando a sentença do juiz Curitiba e determinando que o prefeito de Santa Albertina assine um cheque de R$ 82 mil e pague a ele mesmo.

Tudo bem! Se é um direito, então que o assoberbado prefeito receba pelas horas de labor que dedicou ao município. A desembargadora Angrisani poderia – até para preservar o prefeito de uma provável estafa – ter determinado também que, a partir de agora, Tuquinha seja obrigado a usufruir de suas férias em descanso, de preferência com a família. Afinal, o vice-prefeito ganha um bom salário exatamente para substituir o prefeito em ocasiões como essa.     

1 2 3 1.148