DEU ZEBRA NA GERAÇÃO DE EMPREGOS: JALES FOI A MELHOR DA REGIÃO EM NOVEMBRO

carteira de trabalhoMas, no somatório do ano, Jales ainda é a pior da região e continua  perdendo inclusive para Palmeira D’Oeste.

O Ministério do Trabalho divulgou, na quinta-feira da semana passada, os números do emprego relativos a novembro. Em termos de Brasil, os números surpreenderam positivamente, uma vez que alguns analistas esperavam resultados parecidos com os de outubro, quando o saldo foi negativo.

Em termos de região, os números também surpreenderam e colocaram Jales com um desempenho superior ao das nossas principais vizinhas, um fato raríssimo.

Segundo o Ministério do Trabalho, Jales abriu 37 novos empregos formais em novembro, a maioria no comércio. Fernandópolis abriu apenas 26 e Palmeira D’Oeste somente 08. Já em Santa Fé do Sul e Votuporanga, o saldo foi negativo, com 37 empregos fechados na primeira e 79 na segunda.

No apanhado do ano, porém, Jales continua na lanterna, com apenas 41 novos empregos criados em 11 meses. Palmeira D’Oeste vem em seguida com 55, Santa Fé do Sul com 134, Fernandópolis com 423 e Votuporanga com 497 novos empregos formais.

No caso de Jales, o setor do comércio gerou 106 novos empregos, até novembro, enquanto a prestação de serviços criou 75 e a agropecuária 05. Em contrapartida, a indústria fechou 101 vagas e a construção civil fechou outras 44.

2 Comentários mais...

MAIS UMA DE DOLCINÓPOLIS: PREFEITO NÃO PAGA CONSIRJ, MAS GASTA R$ 98 MIL COM CARRO NOVO

zé luiz CONSIRJ 2Como se viu no post anterior, os munícipes de Dolcinópolis ficarão sem o atendimento do Consirj, por conta da incompetência do prefeito José Luiz Inácio de Azevedo, que não está pagando as contribuições devidas ao Consórcio Regional de Saúde.

Se não tem dinheiro para investir em Saúde, de outro lado o prefeito investe em sua própria comodidade. Em março deste ano, José Luiz foi às compras e adquiriu um carro zero quilômetro para ter mais conforto em suas cansativas viagens.

Trata-se de um Jetta Highline, da Volkswagem, que custou R$ 95 mil, pagos à Faria Veículos. Além disso, o prefeito investiu mais R$ 3 mil na colocação de um insufilm.

Não bastasse isso, o prefeito dolcinopolense tem se esmerado para oferecer um pouco de circo aos seus súditos. Neste ano, até outubro, ele já gastou R$ 80,5 mil na rubrica “Manutenção de Festividades e Comemorações”.

A se julgar pela quantidade de pagamentos, Dolcinópolis viveu eventos festivos em praticamente todos os meses deste ano. Somente uma empresa – a Vanir Maraninis Ltda, de Fernandópolis – faturou R$ 51,1 mil, em seis eventos aparentemente diferentes.

Além dela, outras quatro empresas prestaram serviços nos eventos realizados pelo festeiro prefeito José Luiz. Todas elas cobraram preços entre R$ 6 mil e R$ 7,9 mil, o que dispensa a necessidade de licitação.

Em 2013, primeiro ano de seu mandato, o prefeito de Dolcinópolis contratou, sem licitação, uma empresa – a Dolci & Dolci Ltda – da qual ele tinha sido sócio até outubro de 2012. Não bastasse esse pequeno detalhe, a empresa estava, também, impedida de contratar com o poder público.

10 Comentários mais...

COM DÍVIDA DE R$ 200 MIL, DOLCINÓPOLIS É EXPULSA DE CONSÓRCIO REGIONAL DE SAÚDE

O jornal Folha Regional publicou, neste final de semana, a íntegra da ata de uma reunião do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região de Jales – CONSIRJ, realizada na segunda-feira passada, em Santa Albertina.

E o primeiro item discutido pelo Conselho de Prefeitos foi exatamente a inadimplência – ou as dívidas – de algumas prefeituras junto ao caixa do Consirj. Urânia, por exemplo, não pagou nenhuma das contribuições devidas ao Consórcio em 2014. No total, a dívida de Urânia já chega a R$ 93,6 mil.

Mas o caso mais grave diz respeito a Dolcinópolis, que está devendo R$ 199,3 mil aos cofres do Consirj, referentes a contribuições de 2013 e 2014. Em ambos os casos – Urânia e Dolcinópolis – os valores não estão corrigidos monetariamente.

O detalhe curioso é que o prefeito de Dolcinópolis, o impoluto José Luiz Inácio de Azevedo, é nada menos que o diretor financeiro do Consórcio. Não é um belo exemplo?

Querem mais? Há algum tempo, o prefeito José Luiz solicitou uma renegociação da dívida e o Conselho de Prefeitos concordou que ela fosse paga em 70 suaves parcelas. Feito o acordo, o Consirj elaborou um Termo de Parcelamento e o encaminhou ao prefeito de Dolcinópolis, mas o nobre alcaide não assinou o documento, nem deu a menor satisfação ao Consórcio.

Diante disso tudo – diz a ata – o Conselho de Prefeitos tomou três decisões. A primeira: executar a dívida da Prefeitura de Dolcinópolis. A segunda: tirar o prefeito de Dolcinópolis do cargo de diretor financeiro do Consirj. A terceira: excluir Dolcinópolis dos quadros do Consórcio e suspender todos os atendimentos relativos àquele município.

A população de Dolcinópolis, evidentemente, será a maior prejudicada pela irresponsabilidade do prefeito.   

8 Comentários mais...

NICE CONSEGUE LIMINAR NO TJ-SP QUE PODE ATRASAR SUA CASSAÇÃO

Não foi uma grande vitória da prefeita, capaz de paralisar a Comissão Processante, mas a decisão do TJ-SP, poderá atrasar a provável sessão de votação para cassação da prefeita Nice Mistilides.

O relator do caso, desembargador Gavião de Almeida, concedeu parcialmente, na sexta-feira, 19, uma liminar em Agravo de Instrumento impetrado pela defesa da prefeita Nice Mistilides contra decisão do juiz da 3ª Vara de Jales, José Pedro Nóbrega Curitiba.

Como vocês se lembram, Curitiba negou, na semana retrasada, liminar solicitada pela prefeita em Mandado de Segurança. E, na terça-feira passada, o magistrado jalesense indeferiu um pedido de reconsideração feito pela defesa da prefeita. 

Na decisão do TJ-SP, o relator destaca que a liminar ora concedida é “apenas para impedir o julgamento final sobre a cassação, ao menos até a solução final do agravo de instrumento”. Ou seja, a Comissão Processante poderá seguir com os trabalhos, inclusive ouvindo a prefeita Nice Mistilides. Eis o inteiro teor da decisão de sexta-feira:

Trata-se de agravo de instrumento contra não concessão de liminar em mandado de segurança. O mandado de segurança foi impetrado pela Prefeita de Jales contra a instauração de processo administrativo que busca investigar contratação emergencial de empresa para coletar o lixo da cidade. E decidir pela cassação ou não da Prefeita impetrante, ora agravada.

Fala a impetrante que em dezembro de 2013 a empresa responsável pela coleta de lixo da cidade rompeu o contrato. A impetrante, então, emergencialmente, contratou nova empresa, por 180 dias. Em março deste ano os vereadores iniciaram Comissão Especial de Inquérito para apurar as razões pelas quais houve a contratação emergencial.

Diz a agravante que a Comissão extrapolou sua competência ao deixar de investigar o fato certo descrito na portaria inaugural para realizar verdadeira devassa no governo municipal, tudo com o intuito de cassar a impetrante. Alega que se apurou irregularidade na pesagem do lixo, na varrição de ruas, disposição do lixo no aterro sanitário e na exposição dos trabalhadores a condições laborais desumanas.

Demais disso, os depoimentos teriam sido tomados sem contraditório e com inclusão de frases não ditas pelas testemunhas. Sustenta que os fatos apurados não são irregulares nem estribam a cassação de seu mandato. Demais disso, não houve pedido de prorrogação do prazo da comissão, pelo que ela se extinguiu automaticamente. Mas embora tenham ocorrido todas essas irregularidades, diz a impetrante que já está marcado para o dia 5 de janeiro sua oitiva e, em continuação, a votação pela sua cassação ou não.

Havendo alegação de falta de contraditório e inobservância da ampla defesa, concedo em parte a liminar apenas para impedir o julgamento final sobre a cassação, ao menos até solução final deste agravo de instrumento. Oficie-se solicitando informações. Aguarde-se a resposta da agravada, procedendo-se na forma do artigo 527 do Código de Processo Civil. São Paulo, 19 de dezembro de 2014.

Pelo menos um dos argumentos da defesa da prefeita – aquele onde ela alega que não houve pedido de prorrogação da CEI do Lixo – é facilmente desmentível. O pedido foi protocolado no dia 11/07/14 e incluído na pauta da sessão da Câmara do dia 14 de julho de 2014. Ei-lo:

Número:
00127/2014
Abrir Documento
Data:
11/07/2014
Processo:
00371/2014
Autor:
Luis Fernando Rosalino
Situação:
Assunto:
Requer da Mesa Diretora a prorrogação por mais 90 (noventa) dias, a partir de 28 de julho de 2014, dos trabalhos da Comissão Especial de Inquérito, criada pelo Requerimento nº 0048/2014, para apurar eventuais irregularidades nas razões que levaram a contratação emergencial pela Prefeitura Municipal de Jales da Empresa Proposta Engenharia de Edificações e Engenharia Ambiental para realizar a coleta de lixo no perímetro urbano da cidade.

 

17 Comentários mais...

JORNAL DE JALES: RETROSPECTIVA 2014 RELEMBRA FATOS MAIS IMPORTANTES DO ANO

DSC01564O Jornal de Jales deste domingo está circulando com a Retrospectiva 2014, destacando os principais fatos narrados pelo jornal ao longo do ano que está acabando. Assuntos como “Copa do Mundo”, “Eleições na Comarca”, “Universidade Federal em Jales”, “Greve dos Funcionários Públicos” e outros são relembrados pelo JJ.

O jornal está trazendo, também, um encarte especial com as fotos da noite de entrega da premiação aos vencedores do “Prêmio Destaques do Ano 2014″, promovido pela Agência Tribo, do publicitário Marco Antônio Poletto Filho.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista  Deonel Rosa Júnior está informando que termina no dia 27 de janeiro o prazo para que sejam encerrados os trabalhos da Comissão Processante instalada na Câmara, mas o vereador Jesus Martins Batista, relator do processo, pretende entregar seu relatório bem antes desse prazo.

1 Comentário mais...

NO MATO GROSSO, JUIZ É DEMITIDO POR TRABALHAR EMBRIAGADO

A notícia foi repercutida pelo jornal Folha da Região, de Araçatuba:

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso demitiu o juiz Ariel Rocha Soares, acusado de ir trabalhar embriagado. A decisão unânime foi tomada pelos desembargadores na quinta-feira (18). Cabe recurso.

De acordo com a decisão, Soares foi flagrado bêbado durante o exercício da função em diversas ocasiões e teria apresentado “conduta incompatível com a magistratura”. O magistrado atuava na comarca de Tabaporã (a 643 km de Cuiabá) e, como ainda não havia completado cinco anos de serviço, não terá direito à aposentadoria compulsória.

O juiz foi denunciado à Corregedoria do TJ-MT pela promotora Roberta Sanches, de Tabaporã. Soares, conforme depoimentos de testemunhas, ia para as audiências de óculos escuros e constrangia as partes envolvidas fazendo comentários, como sobre o corte de cabelo, dentre outros. Ele também levava o cachorro a algumas audiências.

Depoentes afirmaram que era possível sentir o cheiro de álcool pelo hálito do magistrado. Ele também foi visto dando “cavalos-de-pau” com o carro no estacionamento do Fórum da cidade. Nos autos, o juiz afirma que havia comprado um carro novo e que apenas deu uma “derrapada”.

O pleno do TJ-MT pontuou ainda que Ariel “vacilava” no julgamento de questões urgentes, levando dois meses para proferir decisão sobre um pedido liminar. A relatora do Processo Administrativo Disciplinar instaurado contra o juiz, desembargadora Maria Erotides Kneip Baranjak, afirma que “restou devidamente comprovado que ele fazia uso de álcool em horário e ambiente de trabalho.

4 Comentários mais...

TRAÍDA, CHINESA DEIXA MARIDO E IRMÃ GÊMEA NUS EM ESTACIONAMENTO

Será que o cara não se confundiu? A notícia é do portal Terra:

chinaEste é o momento em que a verdade “nua e crua” aconteceu na vida de uma mulher chinesa que descobriu o caso entre sua irmã gêmea e o marido. Ao flagrar os dois em um estacionamento, Ting Su, 29 anos, acabou se vingando de forma curiosa: deixando os dois nus em público e fugindo com o carro. As informações são do The Mirror.

Segundo a publicação, Ting Su teria rastreado o marido por um aplicativo de celular, quando chegou ao local, na cidade de Suzhou, flagrando Cheng Su, 30 anos, fazendo sexo com sua irmã gêmea no carro. Ao surpreender a dupla, a mulher traída fez com que saíssem do veículo – e os abandonou como estavam, deixando-os pelados publicamente.

Cheng Su teria iniciado o caso com a irmã da mulher desde que Ting deu à luz filhos gêmeos.  Ainda de acordo com o The Mirror, o casal está se divorciando.

Uma testemunha disse ter visto o momento em que, constrangidos, os dois tentam escapar do local – e a irmã gêmea coloca as mãos no rosto com bastante vergonha. “Foi muito engraçado. Várias pessoas estavam ali naquela hora. Todos pegaram seus celulares e tiraram fotos dos pelados, inclusive eu”, conta.

3 Comentários mais...

A TRIBUNA: COLUNA DE DOUGLAS ZÍLIO FAZ RETROSPECTIVA DOS AGITOS SOCIAIS DE 2014

capa tribuna 21.12.14Espírito natalino é isso! A principal manchete do jornal A Tribuna deste final de semana destaca a farta distribuição de cestas de Natal que a Secretaria de Promoção Social está promovendo neste sábado. Segundo o release distribuído pela assessoria de imprensa, a cesta inclui itens como panetone, bolachas, pêssego em calda e suspiros.

Como o blog adiantou, o repórter Alexandre Ribeiro conta os detalhes da incrível história do rapaz que quase perdeu a vida em um acidente com uma garrafa de vodca. Ele foi salvo graças ao rapidíssimo e eficiente atendimento prestado pelo SAMU de Jales.

Destaque, também, para a operação “Bolsa Fantasma” da Polícia Federal de Jales, que desarticulou um esquema de fraudes na FEF de Fernandópolis; para a lua-de-mel entre o futuro presidente da Câmara, Tiquinho, e a prefeita Nice; para a festa realizada pelo Sindicato dos Servidores, no sábado passado; e para o IPVA, que começa a ser cobrado em janeiro.

No caderno social, a disputadíssima coluna do Douglas Zílio traz uma retrospectiva dos principais acontecimentos sociais do ano que está terminando. Douglas selecionou as melhores fotos e relembra os fatos mais importantes de 2014, nesta edição especial de Natal de A Tribuna

Sem Comentários mais...

MULHER CAPOTA CAMINHONETE VÁRIAS VEZES QUASE NA ENTRADA DE JALES

A notícia, com várias fotos, é do site  Notícias Noroeste:

Uma aposentada de 61 anos perdeu o controle e acabou capotando uma caminhonete próximo ao trevo de Jales

Segundo informações, a mulher seguia pela Rodovia Euclides da Cunha sentido Fernandópolis/Jales quando próximo ao trevo da cidade de Jales teria passando da pista da esquerda para a direita perdendo o controle e dando início a uma série de capotagens.

O veículo ficou destruído e a vítima presa nas ferragens, até a chegada do resgate. Testemunhas afirmam que a mulher pode ter cochilado ou tido um mal súbito pois a troca de faixas na rodovia que levou o veículo a capotar aconteceu de forma gradativa.

O SAMU foi chamado enquanto os bombeiros retiravam a mulher consciente das ferragens. A Santa Casa de Jales ainda não emitiu nenhuma nota sobre o estado da mulher identificada apenas como “Délia”

6 Comentários mais...

UM POUQUINHO DE ALGUMAS COISAS

A eficiente e elegante servidora municipal Diva Lúcia Camazano já está em contagem regressiva para o início de merecida aposentadoria. Diva iniciou sua carreira na Prefeitura como telefonista e, nos últimos tempos, conduziu com extrema competência as prestações de contas dos convênios firmados pela municipalidade.

O pregão marcado para ontem, que tinha como objetivo comprar um veículo novo para o gabinete da prefeita Nice, transcorreu sem concorrentes. Ou seja, nenhuma empresa do ramo se interessou em vender o carro para nossa Prefeitura.

Por falar em carro, parece que a fase da nossa prefeita não é realmente das melhores. Na quinta-feira, além de não conseguir comprar um carro novo para suas viagens, Nice envolveu-se em um acidente de trânsito na Rua Oito, quando o carro oficial chocou-se com uma moto.

O perito contábil Marcos Fontes, de Fernandópolis, foi contratado pela Câmara, a pedido da Comissão Processante, para analisar alguns documentos obtidos pela CEI do Lixo. A perícia dos documentos foi solicitada pela defesa da prefeita Nice Mistilides.

Lauro Figueiredo, o Matogrosso, publicou em sua página, no facebook, uma informação dando conta de que a prefeita Nice teria procurado um promotor para consulta sobre a possibilidade de acabar com as gratificações que são pagas aos servidores que possuem cursos de nível superior. Segundo Matogrosso, a resposta que a prefeita ouviu não foi das mais animadoras.

Tudo indica que a família do comerciário Roque Macedo Filho vai mesmo ajuizar uma ação de indenização moral contra a Prefeitura de Jales. Como se sabe, a rua onde Roque sofreu um acidente fatal estava sem sinalização horizontal há 40 dias, depois de ter sido recapeada. No primeiro dia útil após o acidente, a Prefeitura providenciou a sinalização.

Reinaldo Azevedo, o Rolinha, confirmou nesta semana que já está limpando as gavetas de sua mesa, na Secretaria Municipal de Esportes. Atual responsável pela Secretaria, ele está dizendo que o último dia do ano – 31 de dezembro – será também o seu último dia no cargo de chefe de gabinete.

Acredite se quiser: dados divulgados pelo IBGE na semana passada, relativos às riquezas produzidas pelos municípios brasileiros em 2012,  dizem que o PIB de Jales foi o que mais cresceu na região, naquele ano.

13 Comentários mais...

TARDE DE DEPOIMENTOS

Na sexta-feira passada, quando ouviu o supersecretário Aldo Nunes de Sá e dois diretores da empresa Proposta Ltda, a Comissão Processante encerrou seus trabalhos por volta das 19:00 horas.

Hoje, os vereadores da Comissão deverão ouvir mais três depoimentos. A nora da prefeita, Angélica Boletta, já foi ouvida. Neste momento, está depondo o chefe do setor de licitações, Adriano Lisboa. Mais tarde, será a vez do servidor Francisco Teodoro da Silva, o França.

Depois disso, ficará faltando apenas o depoimento da prefeita Nice Mistilides, que deverá ocorrer entre os dias 29 de dezembro de 2014 e 05 de janeiro de 2015.

No depoimento que deu, na semana passada, Aldo não acrescentou nada de novo ao que já havia sido dito. A mesma coisa, pode-se dizer em relação aos depoimentos dos representantes da Proposta Ltda. Segundo se sabe, eles se preocuparam muito mais em falar sobre a seriedade da empresa do que em defender a prefeita.

As oitivas estão sendo acompanhadas pelo advogado de defesa de Nice, Osmar Honorato Alves, e pelo advogado Antônio Carlos Santana, de Fernandópolis, contratado pela Câmara para assessorar a Comissão Processante.  Adoentado, o assessor jurídico da Câmara, José Antônio Martins de Oliveira, está de licença médica.

7 Comentários mais...

PRAÇA DO JARDIM SÃO LUCAS: MAIS UMA OBRA DO GOVERNO NICE QUE NÃO ANDA

DSC01562

Licitada em abril deste ano, a construção de uma praça – pomposamente chamada de Conjunto Poliesportivo – no Jardim São Lucas, deveria ter sido finalizada em agosto. Deveria.

Apesar de já estarmos em dezembro, a praça só existe no papel e os únicos sinais de que haverá uma obra no local é a placa e a terraplenagem, que começou há muito tempo e somente ontem foi, aparentemente, concluída.

DSC09911O projeto inicial, como se pode ver no desenho ao lado, prevê a instalação de um minicampo, uma academia, uma ciclovia e um parque infantil.  Segundo a licitação, vencida pela empresa Max Construções Ltda, de Jales, por R$ 190 mil, serão construídos, por enquanto, apenas o minicampo e a ciclovia, além da cerca em torno do local. O resto ficará para quando Deus der bom tempo.

Este aprendiz de blogueiro bem que tentou obter informações, junto à Prefeitura, sobre a demora no início da obra, mas, até o momento não chegaram as prometidas respostas.

Como o empreiteiro – Lenar Maximiano – é tucano, e a obra vai ser feita com recursos destinados pela deputada tucana Analice Fernandes,  procurei também o vereador quase tucano Tiago Abra. Ele disse que a Max Construções está esperando a compactação do terreno.

Há quem diga, porém, que a explicação não convence, pois a compactação seria necessária caso o local tivesse sido aterrado. E lá aconteceu o contrário: segundo informações, foram retirados vários caminhões de terra.

Seja lá qual for a explicação, o fato é que alguns moradores estão cobrando o início da obra, anunciado há alguns meses com toda pompa e circunstância.

4 Comentários mais...

REVISTA INTERATIVA CIRCULA COM ENCARTE SOBRE PRÊMIO ‘DESTAQUES DO ANO’

DSC01559A edição nº 105 da revista Interativa já está chegando às bancas e aos assinantes, com a capa aí do lado, destacando a talentosa arquiteta, urbanista, mestre em engenharia civil, Rose Kumayama, que, em entrevista, fala de seu trabalho, de sua equipe de colaboradores e de seus parceiros comerciais.

A revista traz, também, uma matéria onde mostra como os contribuintes podem colaborar com entidades sem fins lucrativos, como a APAE, através da Nota Fiscal Paulista, um programa do governo estadual que devolve até 30% do ICMS aos consumidores.

A mudança de endereço da clínica do odontólogo Percival César dos Santos Júnior, um dos mais talentosos profissionais da nova geração que atua na área da odontologia. Percival Júnior é especialista em Ortodontia. Ele, que atendia na avenida Francisco Jalles está atendendo, agora, na Rua Seis, esquina com a Dezessete.

Junto com a Interativa deste mês, os leitores recebem um encarte especial de oito páginas com os ganhadores do “Prêmio Destaques do Ano”, organizado pelo publicitário Marco Antônio Poletto Filho e pela jornalista Rosiane Cerverizo, ambos da Agência Tribo.

Sem Comentários mais...

FERNANDÓPOLIS: DIRIGENTE REGIONAL DE ENSINO É EXONERADA DO CARGO APÓS 13 ANOS

Coincidência? A notícia é do Região Noroeste:

107374A dirigente regional de ensino de Fernandópolis Adélia Meneses da Silva foi exonerada de seu cargo na Delegacia de Ensino na manhã desta quinta-feira, 18. A determinação foi publicada em Diário Oficial.

Ela segue agora apenas como supervisora de ensino, segundo informações.

Ainda não se sabe se a exoneração de Adélia está ligada a Operação da Polícia Federal de Jales deflagrada na última terça-feira, 16, em Fernandópolis, que teve como ponto de partida apreensões de documentos na Delegacia de Ensino e que na sequencia derrubou o presidente da Fundação Educacional de Fernandópolis.

Adélia Meneses é dirigente responsável pela DRE – Diretoria Regional de Ensino-, de Fernandópolis, que abrange os municípios de Estrela D’ Oeste, General Salgado, Guarani D’ Oeste, Indiaporã, Macedônia, Magda, Meridiano, Mira Estrela, Ouroeste, Pedranópolis, Populina, São João das Duas Pontes, São João de Iracema, Turmalina e Fernandópolis.

Pitaco do blogueiro: a publicação no Diário Oficial está dizendo que a exoneração deu-se de acordo com o Inciso I, § 1º, item 1, do artigo 58 da Lei Complementar 180/78. Ou seja, exoneração a pedido da servidora.

3 Comentários mais...

PARAR PRA QUÊ? EM URÂNIA, PREFEITURA PINTA SINAL DE ‘PARE’ NO MEIO DE QUARTEIRÃO

pare urânia

Nem o nosso supersecretário Aldo seria capaz de ousar uma coisa dessas! O pessoal da Prefeitura de Urânia resolveu pintar um sinal de “Pare” bem no meio da principal avenida da cidade, a Avenida Brasil.

A foto acima foi parar no facebook e está sendo alvo de interessantes comentários. Reparem, que o “Pare” foi pintado bem no meio do quarteirão. Ou seja, o motorista terá que parar em um lugar onde não há nenhuma possibilidade de um carro cruzar à sua frente.

Além de sinalizar a avenida com o “Pare”, parece que a Prefeitura está construindo um quebra-molas – ou um redutor de velocidade, se preferirem – bem à frente da sinalização.

Tudo indica que os funcionários do Departamento de Trânsito de Urânia queriam escrever “Devagar”.

21 Comentários mais...

  • Rádio Brasil & Cia

  • Sobre

    • Valdir José Cardoso, casado, 4 filhos, aposentado, fã de Chico Buarque e corintiano. Foi funcionário do Banco do Brasil durante 25 anos, onde se aposentou. Gosta de música e futebol. Foi colunista político do jornal Folha D' Oeste. Apresenta há 15 anos, na Rádio Regional FM, o programa Brasil & Cia.

    • Formulário de contato
  • Publicidade

  • Enquete

    Você acha que os vereadores vão ter coragem suficiente pra cassar a prefeita Nice?

    Ver resultados

  • Publicidade

  • Apoio

    Extreme Bartenders

    Studio Lívia Cardoso - Fotografia

  • Copyright © Blog do Cardosinho. Todos os direitos reservados.
    Powered by Wordpress