MACETÃO E BISMARK FORAM A SÃO PAULO PEDIR RECURSOS

A notícia é da assessoria de imprensa da Câmara:

Os vereadores Luiz Henrique Viotto – Macetão (PP) e Bismark Kuwakino (PSDB) estiveram em São Paulo, ontem (22), solicitando verbas para realizar obras no município.

Os vereadores protocolaram um ofício no gabinete do vice-governador de São Paulo, Márcio França, através do assessor Dr. Ubali, solicitando recursos no valor de R$ 500 mil para serem aplicados em infraestrutura urbana.

No mesmo dia, Bismark e Macetão protocolaram outro ofício, no gabinete da deputada estadual Analice Fernandes (PSDB), solicitando a destinação de recursos no valor de R$ 200 mil para serem aplicados também em melhorias da infraestrutura. Os vereadores explicaram nos documentos que os recursos ajudarão a minimizar alguns problemas graves que exigem rápida intervenção do poder público municipal.

FUNDO SOCIAL DE JALES OFERECE MAIS 150 VAGAS EM 13 CURSOS GRATUITOS

Tenho um amigo que vai se interessar, principalmente pelo curso de Designer de Sobrancelha. A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

O Fundo Social de Solidariedade de Jales (FSS) já está divulgando a oferta de cursos para o mês de março. As inscrições começam no dia 26 de fevereiro e vão até o dia 02 de março ou até esgotarem as vagas. Os cursos são oferecidos gratuitamente para toda população jalesense.

Ao todo são 13 cursos e 154 vagas em diferentes áreas, como, Gastronomia, Beleza e Artesanato. A novidade deste mês é um curso de culinária Vida Saudável, oferecido pela nutricionista Tayrine Soler.

Também há cursos de Designer de Sobrancelha, Oficina de Bolsa Customizada, Oficina de Pão de Mel, Oficina do Ovo de Colher, Curso de Crochê e Bordado, Oficina de Pães e Salgados, Curso Bolo Caseiro, entre outros.

A presidente do Fundo Social, Glauciane Pontes Helena Franco, lembrou que os cursos são totalmente gratuitos e a entidade conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Jales.

“Todos os cursos são doados pelos professores que generosamente compartilham seu conhecimento para as pessoas da nossa cidade e o Fundo Social se responsabiliza pela compra dos materiais utilizados”, Ressaltou a presidente do FSS.

As inscrições devem ser feitas pessoalmente, no Fundo Social, na Rua Seis, n° 2338. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 17h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3621-5364.

APLICATIVO DE MOTOTÁXI AJUDA A PRENDER SUSPEITO DE LATROCÍNIO EM RIO PRETO

Evidentemente que não é aconselhável sair por aí perseguindo bandidos e entrando em luta corporal com eles. Mas, vejam que interessante essa ação de um grupo de mototaxistas de Rio Preto. A notícia é do Diário da Região:

Tecnologia particular de uma empresa de mototáxi ajudou na prisão do suspeito de matar o mototaxista Sidinei Aparecido de Oliveira, 60 anos, poucas horas depois do latrocínio – roubo seguido de morte – na Vila Toninho, em Rio Preto. O aplicativo é similar ao Uber e, através dele, um outro mototaxista convocou profissionais para perseguir o suspeito do crime, que foi encurralado e capturado pela Polícia Militar.

Ao saber que um homem tentava vender o veículo da vítima no bairro João Paulo 2º por R$ 800, o mototaxista Bruno Daniel dos Santos Menino, 36 anos, juntou outros sete condutores, por meio do aplicativo, e saiu em busca do suspeito. Na empresa, a secretária dele monitorava a localização das motos e convocava outros. Ao todo, 20 mototaxistas estavam na caçada. Nesse meio tempo, a PM foi acionada.

“Na hora, pensei: vamos juntar todo mundo e vamos fechá-lo. Cada um foi para um canto e eu o achei”, contou Bruno, que cercou o homem quando ele entrou em uma rua sem saída, no bairro Duas Vendas. “Já sabia que a rua não tinha saída. Parei na esquina e só esperei. Pensei, ‘se ele descer derrubo ele’. Hora que ele veio na minha direção, joguei minha moto contra a dele. Nós entramos numa luta corporal. Hora que ele viu que estava aglomerando bastante mototaxista, saiu a pé. Rapidinho a polícia chegou, foi coisa de minutos”.

O suspeito é Marcus Vinícius de Siqueira Bono, 27 anos. Ele foi reconhecido por mototaxistas que se recusaram a fazer a corrida que Sidinei fez e acabou sendo morto, por volta das 5 horas.

A tenente Amália Paci conta que o suspeito negou o latrocínio e alega ter comprado a moto. “Ele assumiu que pediu a corrida na rodoviária e foi até a Vila Toninho. Lá, ele diz que parou numa biqueira para usar droga, depois de um tempo um rapaz da biqueira ofereceu a moto para ele”.

A polícia não acredita na versão de Marcus Vinicius, que foi preso por latrocínio e está na carceragem da Delegacia de Investigações Gerais (DIG). O delegado Fernando Tedde acredita na participação de outra pessoa no crime.

O crime:

Testemunhas disseram que momentos antes de sair, o suspeito foi revistado por guardas municipais. “Ele tomou um enquadro. Tinha uma faca no chão, mas ele disse para os guardas que não era dele”, contou um mototaxista que não quis ter o nome divulgado.

Sidinei foi encontrado com marca de corte no pescoço e afundamento de crânio, causado por pedradas, na avenida Nelson Vitalino. O sepultamento será nesta sexta-feira, dia 23, no cemitério de Bebedouro, onde moram familiares dele.

O genro da vítima Mateus Pamplona, 22 anos, disse que a família está consternada. “Meu sogro sempre foi trabalhador, saía para trabalhar às 5h. As filhas eram tudo para ele. Sempre foi um cara calmo. A gente só espera que a justiça seja feita.”

SINDICATO DOS MOTORISTAS PROMOVE ENCONTRO SOBRE REFORMA TRABALHISTA EM VOTUPORANGA

A notícia é da assessoria de imprensa do Sindicato dos Motoristas:

A reforma trabalhista e seus impactos no setor de transporte rodoviário foi o tema da Oficina Jurídica promovida pelo Sindicato dos Motoristas e Jales e Região, em Votuporanga, no dia 16 de fevereiro, reunindo representantes de empresas e de escritórios, dirigentes sindicais, advogados e profissionais de RH de toda a região.

O encontro foi importante para esclarecer dúvidas sobre as mudanças na legislação trabalhista que afetarão todo o setor de transporte, além de discutir alternativas para a aplicação das novas regras, como destacou o presidente do sindicato, José Roberto Duarte da Silveira.

Uma das questões discutidas foi a contribuição sindical, que deixa de ser obrigatória. A advogada Luciana Saldanha, especialista em Direito do Trabalho, destacou que na sua avaliação, o trabalhador que deixar de contribuir poderá perder os direitosque são oferecidos pelo sindicato aos que continuarem contribuindo.

A advogada fez um alerta, lembrando quecom a nova lei pode acontecer que os trabalhadores que não contribuírem com o sindicato deixem de participar das conquistas resultantes dos acordos coletivos ou dos convênios, sem contar que o sindicato também poderá não ter mais a obrigação de fazer a homologação desses trabalhadores.

Nesse caso ele deixaria de ter o acompanhamento do sindicato nas homologações além de ter que fazer seus acordos diretamente com o patrão que não teria a obrigação de seguir o acordo coletivo feito com o sindicato para os trabalhadores sindicalizados.

O encontro também teve a participação do advogado do sindicato, Marcos Lobregatque abordou outras questões que envolvem as mudanças na lei trabalhista, na área dos transport

CÂMARA DE JALES ABRE CONCURSO PARA CONTADOR, COM SALÁRIO DE R$ 4 MIL

A Câmara Municipal de Jales está divulgando a abertura de concurso público destinado à contratação de um novo “diretor da divisão de finanças”, ou seja, de um novo contador. A contratação visa preencher a vaga que ficará aberta com a aposentadoria do atual diretor – Luiz Antônio Abra – prevista para o próximo mês de agosto.

O salário inicial é de R$ 4.019,60, que poderá ser um pouco maior, caso o profissional possua pós-graduação, mestrado ou doutorado na área de contabilidade. E ainda tem o auxílio-alimentação no valor de R$ 290,00. A jornada de trabalho é de 35 horas semanais.

Visando tentar evitar problemas e aquelas boatarias que sempre cercam os concursos públicos, a Câmara contratou a Fundação VUNESP para a organização e realização do certame.

De acordo com o edital divulgado pela VUNESP, os requisitos para concorrer são: ser bacharel em Ciências Contábeis e estar inscrito no Conselho da classe; ter, no mínimo, três anos de atividade contábil, devidamente comprovada; e não ter sido condenado por sentença com trânsito em julgado por crime ou ato de improbidade administrativa que a lei possa determinar a perda de cargo, função pública ou mandato eletivo.

As inscrições estarão abertas no período de 27 de fevereiro a 28 de março de 2018 e os interessados deverão efetuá-las via internet, pelo site www.vunesp.com.br. O valor cobrado como taxa de inscrição é de R$ 85,00.

A classificação dos candidatos ocorrerá por meio de prova objetiva, que tem aplicação prevista para o dia 20 de maio de 2018. O edital completo pode ser consultado aqui. Abaixo, mais detalhes sobre a prova objetiva:

OPERADOR DO PSDB MANTINHA R$ 113 MILHÕES NA SUÍÇA

Há quanto tempo que esse amigo do senador tucano Aloysio está sendo investigado em São Paulo? É provável que, mesmo com esses R$ 113 milhões, a investigação somente será concluída daqui uns 15 anos, quando os crimes já estiverem prescritos.

Enquanto isso, o Lula – de quem não se descobriu nenhuma conta no exterior – já foi julgado e condenado por um apartamento que não está em seu nome. Com informações da Folha de S.Paulo:

Documentos enviados ao Ministério Público Federal em São Paulo por autoridades da Suíça revelam que o ex-presidente da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, tinha R$ 113 milhões em contas naquele país.

Paulo Preto é investigado em inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) sob suspeita de ser operador do senador José Serra (PSDB-SP) em desvios de recursos do Rodoanel, obra viária que circunda a capital paulista. Ele comandou a Dersa, responsável pela obra, em governos tucanos, e também é investigado em São Paulo.

O montante descoberto na Suíça consta de uma decisão de outubro passado da juíza Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara da Justiça Federal em São Paulo, que foi anexada ao inquérito no STF pela defesa de Paulo Preto na terça-feira (20).

Segundo essas informações, “em junho de 2016 as quatro contas bancárias atingiam o saldo conjunto de cerca de 35 milhões de francos suíços, equivalente a R$ 113 milhões, convertidos na cotação atual”.

Em fevereiro do ano passado, tais valores, segundo as informações vindas da Suíça, foram transferidos para um banco em Nassau, nas Bahamas.

A juíza disse ver fortes indícios da prática de crimes, “bem como o enriquecimento injustificado do investigado”, e decidiu na ocasião autorizar uma cooperação internacional com a Suíça, além da quebra do sigilo bancário de Paulo Preto, a fim de obter todas as informações sobre as movimentações bancárias.

COOPERATIVA DE FECOMERCIÁRIOS VAI ENTREGAR MAIS 402 CASAS EM JALES

A notícia está pendurada no portal da Federação dos Comerciários do Estado de São Paulo – Fecesp:

A Cooperativa Habitacional dos Comerciários do Estado de São Paulo já realizou o sonho da casa própria para mais de 14 mil famílias. Em breve, mais 402 unidades serão entregues em Jales. O Residencial Nova Jales II conta com três módulos, infraestrutura completa, além de escolas, creches e posto de saúde.

O empreendimento é resultado de parceria entre a Cooperativa dos Comerciários, a Fecomerciários, o Sincomerciários de Jales, a Prefeitura, a Coelho Engenharia e a Caixa Econômica Federal.

Todas as moradias seguem padronização definida que envolve todas as partes envolvidas. Em todo o Estado, os conjuntos habitacionais contam com pavimentação, água, saneamento e energia elétrica. Os valores dos imóveis variam conforme o número de habitantes dos municípios. Estes, têm de aderir ao programa Minha Casa, Minha Vida.

Outros projetos habitacionais estão em andamento em vários municípios. “Ao construirmos casas, realizamos sonhos. Casa própria dá segurança à família do trabalhador. Temos orgulho da nossa Cooperativa Habitacional”, diz o presidente da Fecomerciários, Luiz Carlos Motta.

JOVEM MORRE ENQUANTO USAVA CELULAR LIGADO NA TOMADA

Ontem, terça-feira, a segunda notícia mais lida no portal do jornal Correio Braziliense, de Brasília, era sobre a tragédia da jalesense Giseli Cristina Sanches e os trigêmeos. A mais lida era a notícia abaixo, que eu reproduzo como alerta aos que não conseguem ficar longe do celular:

Uma jovem de 17 anos morreu enquanto mexia no celular e a principal suspeita é de que a adolescente tenha recebido uma descarga elétrica, já que o aparelho estava conectado à tomada. O caso aconteceu na tarde do último domingo (18/2), na cidade de Riacho Frio (PI), que tem pouco mais de 4 mil habitantes, e fica a quase 900 km da capital, Teresina. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a garota ouvia música em um fone de ouvido, deitada no chão que ainda estava úmido após ser limpo com um pano molhado. A mãe, que estava próxima, ouviu a jovem emitir um som estranho, como se tentasse pedir ajuda. Ao tentar socorrer a filha, a própria mulher também teria levado um choque no aparelho.

Em seguida, os familiares chamaram um médico que mora na vizinhança e, quando ele chegou ao local, encontrou a adolescente morta. O profissional ainda teria tentado reanimar a vítima, mas não obteve sucesso. Inconformada, a família levou a garota ao hospital mais próximo, na cidade de Corrente. Porém, ao chegar lá, ela apenas teve o óbito constatado.

O corpo da adolescente foi enterrado nessa segunda-feira (19/2). Ela era saudável e não possuía nenhuma doença que pudesse provocar a morte fulminante, segundo a Secretaria de Saúde. A confirmação da causa do óbito, no entanto, está condicionada à divulgação do laudo cadavérico.

EX-COMERCIANTE DE JALES É MORTO COM TIRO NA CABEÇA EM AMERICANA

Deu no portal da Rádio Assunção:

O comerciante José Antonio Galan, de 58 anos, que residiu por muitos anos na cidade de Jales, atuando no ramo de venda de móveis usados,  foi encontrado morto com um tiro na cabeça na terça-feira (20) em sua casa, no bairro Cidade Jardim, em Americana.

A Polícia Militar encontrou em sua residência, localizada na Rua dos Gerânios, objetos que indicam que ele pode ter praticado agiotagem. O caso foi registrado na CPJ (Central da Polícia Judiciária) como homicídio simples, mas ainda será verificada a possibilidade de tratar-se de latrocínio.

Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 12h30, a ex-companheira de Galan, uma faxineira de 56 anos, foi até sua casa para visitá-lo. Chegando ao local notou que a luz externa estava acesa, o que causou estranheza à faxineira. Ao entrar na casa pela porta da cozinha, que usualmente ficava apenas encostada, encontrou o corpo de Galan. Ela saiu correndo da casa e pediu ajuda a uma vizinha, que acionou a Polícia Militar.

Em procura pela casa, onde Galan, conhecido como Zé da Alegria, morava sozinho, foi encontrada cerca de um grama de maconha e utensílios usados para seu consumo. A ex-companheira de Galan confirmou que ele fazia uso da droga por conta de depressão.

Os policiais também encontraram diversos cadernos e documentos com anotações que levantaram a suspeita de que Galan praticasse agiotagem. Não há, segundo a polícia, informações sobre qual sua fonte de renda atual. A faxineira disse que ele havia sido agiota no passado, mas que desde 2009 havia abandonado a prática. Ele havia possuído um depósito de gás, mas o comércio faliu.

Uma câmera e um DVD não foram encontrados na casa, bem como a chave do portão usada pela vítima. A polícia acredita que os objetos possam ter sido levados pelo assassino. A arma utilizada também não foi encontrada. Um estojo com munição de calibre 380 foi encontrado junto ao corpo. O celular da vítima foi apreendido para ajudar nas investigações.

HOSPITAL DE AMOR EM JALES REALIZOU MAIS DE 46 MIL ATENDIMENTOS EM 2017

A notícia é da assessoria de imprensa do Hospital:

O Hospital de Amor é considerado um centro de referência nacional no tratamento oncológico, atendendo de forma gratuita pacientes com câncer da rede pública. Com a finalidade de oferecer aos seus pacientes um atendimento humanizado, mais próximos de suas casas, a instituição conta com unidades espalhadas por vários municípios do país.

Inaugurado em junho de 2010, o centro oncológico que o Hospital possui na cidade de Jales (SP), localizado a 250 Km de Barretos (região noroeste do Estado de São Paulo), tem um papel fundamental no acolhimento de milhares de pessoas diariamente, vindas de 96 localidades diferentes.

Atualmente, a unidade realiza 1.100 atendimento diários. Porém, só no ano de 2017, foram contabilizados 46.585 atendimentos ambulatoriais, 7.974 pequenas e grandes cirurgias, 25.223 procedimentos da equipe multidisciplinar (áreas de: enfermagem, odontologia, fonoaudiologia, psicologia, nutricionista, fisioterapeuta e serviço social), 22.214 tratamentos quimioterápicos e 8.290 radioterápicos.

Além disso, foram realizados, em média, 105 mil exames (entre eles, laboratoriais e de imagem), 545 biópsias e 29.540 atendimentos no Centro de Intercorrência Ambulatorial (CIA), contando também com serviços de radiologia, laboratório de análises clínicas e cuidados paliativos, totalizando em 301.806 procedimentos oferecidos.

Com 28 médicos em seu corpo clínico e 346 colaboradores, a unidade de Jales está em crescimento constante. Sua parceria com o governo do Estado de São Paulo é de grande importância, pois os atendimentos são realizados gratuitamente e beneficiam, aproximadamente, 1,5 milhão de habitantes de toda a região, além de outros estados do país.

Para o diretor clínico da unidade, Dr. André Silveira, a existência de um hospital como esse na cidade de Jales tem um papel fundamental para a população regional. “A nossa unidade foi inaugurada com o intuito de descentralizar os atendimentos de Barretos, aproximando a instituição da residência dos pacientes da região noroeste do estado de São Paulo. Eu posso falar que tudo o que preciso como médico, eu tenho aqui dentro. Dessa forma, nós conseguimos oferecer um tratamento gratuito com a qualidade de um tratamento particular”, afirma.

1 2 3 1.128